Florianópolis
Cacau

Lamentável

Toque de recolher no carnaval de Balneário Camboriú é um fato absurdo

Compartilhe
Por Cacau Menezes
13/02/2018 - 08h21
reprodução
(Foto: )

Talvez o fato mais absurdo deste Carnaval em Santa Catarina. Em Balneário Camboriú, as "otoridade" determinaram que as folias têm que terminar a uma hora da madrugada. É claro que o público, formado principalmente por turistas que vêm de outras regiões do Brasil e de outros países, não concordou com a ordem. Como resultado, quando o relógio marcou o horário limite, a Polícia Militar e a Guarda Municipal intervieram, causando tumulto. Lamentável. Afinal de contas, estamos em plenas festas momescas e não numa guerra civil.

Ostentação Para leitura dos que não têm o que fingem ter: "Quem não tem colírio usa óculos escuros" (Raul Seixas e Paulo Coelho).

Geração do Amor  O DJ e produtor Bob Sinclar, que ficou conhecido por embalar os fãs com a canção "Love Generation", volta ao palco do P12 hoje, em show que promete levantar o público em Jurerê Internacional. O DJ francês, que tem admiração declarada pelos fãs brasileiros e pelo parador, fecha a programação do Carnaval eletrônico no beach club. 

Debandada Nunca em outros carnavais o Rio de Janeiro recebeu tanta gente de Floripa como neste ano.   É que, ao contrário de Floripa, o desfile das escolas de samba é domingo e segunda-feira, o que poderia ser feito também aqui. Escolas de samba no domingo que não tem nada, fugindo da concorrência dos blocos de sujo que superlotaram o centro da cidade. O público de sábado passado na Nego Quirido indica que alguma coisa tem que mudar.

Paris Hilton Muita gente não soube, mas de Salvador, na Bahia, onde esteve sexta-feira, a socialite Paris Hilton veio para Floripa onde brincou de DJ domingo à noite na Posh. Campeã Deu Copa Lord no Carnaval de Floripa. Morro da Caixa em festa, coisa que a cidade já conhece e bem.

Leia todas as publicações de Cacau Menezes

Deixe seu comentário:

publicidade
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação